EM SP, 39% dos consumidores compraram orgânicos em 2019

EM SP, 39% dos consumidores compraram orgânicos em 2019

Potencial desse mercado é ainda maior, porém preços inibem consumo mais frequente

Praticamente quatro em cada dez shoppers do Estado de São Paulo (39%) compraram orgânicos ao menos uma vez em 2019, o que representa 9 pontos percentuais acima do índice registrado três anos antes.

Os dados são de uma pesquisa da Associação Paulista de Supermercados (APAS) e indicam que a intenção de compra de produtos livres de agrotóxicos é ainda maior, porém não se concretiza para muitos shoppers, sobretudo, em razão dos valores mais caros: 56% dos clientes apontam o preço como o principal fator limitante para o consumo de itens orgânicos.

Ao consultar 7 supermercados e fazer uma comparação com mercados especializados em orgânicos entre 24 de dezembro e 17 de janeiro, a Apas constatou que um FLV orgânico pode superar em até 237% o valor da versão comum da mesma variedade, como aconteceu com o limão tahiti – cebola (221%), rúcula (121%) e banana nanica (61%) são outros exemplos de alimentos cujo preço da versão orgânica é bastante superior.

Essa diferença ocorre, como lembra a associação, tanto pela oferta de produtos mais reduzida como pelos custos maiores de produção. O fato de ter uma escala muito menor, também encarece o custo por colheita.

Fonte: Redação SA Varejo – 30/01/2020